quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

"E AGORA, QUEM PODERÁ NOS DEFENDER?"

É com esse bordão do imortal seriado CHAVES que começamos a nossa primeira publicação do ano de 2014.

No município, atualmente, a situação é de total desespero, pois a percepção unânime dos cidadãos é de que estamos rumando ao fundo do poço.

Os defensores da situação (em sua grande maioria, divididos entre os que estão "mamando" e os que tem muita vontade de “mamar"), já não possuem mais argumentos de defesa, pois realmente não os possuem.

Com mais de 1/4 de administração decorridos, não temos notícias de verbas, não notamos melhorias em nada, apenas desorganização e desentendimento total dentro da sede administrativa, brigas entre os antigos "amiguinhos", servidores descontentes e população insatisfeita. Em suma, enquanto cidades vizinhas se desenvolvem, nós caímos na incompetência.

Outro fato curioso é de que nunca na história do município houve tantas substituições em secretarias em tão pouco tempo. Acreditamos que isso ocorra devido a incompetência da maioria daqueles que, ao se depararem com tamanha responsabilidade, abandonam o barco no meio do caminho. Além disso, alguns secretários chegam a pedir demissão, pois não possuem “voz de comando” em sua própria pasta, já que o “chefe supremo” berra e ordena como um ditador, sempre fazendo valer as SUAS vontades.

Alguns CC’s, que, conforme orientação do Tribunal de Contas do Estado, deveriam ser demitidos, ainda não o foram, pois o “chefe supremo” não toma nenhuma atitude a respeito. 

A “Senhora Dinheiro”, por sua vez, pensando saber de TUDO, mostra que não sabe NADA; equilíbrio financeiro, controle de gastos e gestão de recursos públicos definitivamente não integram seu vocabulário. Sentar atrás de uma mesa, apenas pensando ter status de algo, com prepotência e ilusão, evidenciam a inutilidade de sua atuação.

Algum matense tem conhecimento a respeito da data das férias do “chefe supremo”? Estamos muito curiosos para saber quais as decisões que serão tomadas pelo sub-chefe durante o afastamento legal do chefe titular. Ainda bem que o “chefe supremo” confia e admira por demais seu titular, pois somente assim poderá sair tranqüilo para curtir suas tão "merecidas" férias.

Alguém tem notícia da MÃE NATUREZA? Com seus projetos mirabolantes para o meio ambiente e planos de desenvolvimento para o município... Falar e gritar é fácil, fazer não é para qualquer um!

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

TRANSPARÊNCIA?

Qual o motivo do site que oportuniza acesso a TRANSPARÊNCIA de recursos e despesas do município não funcionar?  







quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

PARAMOS OU ESTAMOS VOLTANDO NO TEMPO?

           Se aproximando do fim do primeiro ano de mandato do novo governo em nossa cidade, constatamos que todas as mudanças e "melhorias" que foram prometidas estão ficando na ilusão e na falácia eleitoral.

            No decorrer do pleito de 2012, muito se prometeu nas diversas áreas de gestão, como: alavancar o turismo, investir em educação e esporte, obter recursos e verbas, equilibrar as contas municipais, valorizar os servidores, ser modelo na área da saúde, etc.

            Mas a população matense, depois de decorridos 1/4 de mandato do "poderoso chefão", começa a ver os desastrosos resultados, em sua totalidade NEGATIVOS.
Vamos a eles:

1 - Após um ano de mandato, o município não possui sequer um Secretário de Turismo, muito menos algum projeto nessa área, sendo que nos eventos que ocorrem no município (em sua maioria organizados por cidadãos, sem apoio da administração) o "alto escalão" sequer se faz presente, mostrando desdém e indiferença até por aquilo que não teve capacidade de fazer ou realizar.

2 - Na educação convivemos com a falta de professores, creche com muitas crianças e insuficientes educadores, fazendo com que os professores se "virem em dois" para dar conta da demanda de atenção que a área exige.

3 - No esporte fica evidenciado o despreparo e a falta de experiência (aquela experiência do slogan?) dos mandatários, onde não se tem um calendário de eventos, fazendo com que se faça tudo "a facão", "nas coxas", com atropelos e em épocas do ano totalmente inadequadas para a prática da atividade que cada estação do ano exige.


4 - Não se tem notícia se alguma verba foi obtida, ou se algum projeto foi elaborado, somente se fala em "encaminhamento", mas não se sabe para onde, para quê e para qual fim, muito menos a possibilidade de sucesso. Talvez isso ocorra porque "tetas" são preenchidas por indivíduos que não possuem conhecimento para desempenhar tal atividade, portanto tão somente contribuindo para diminuir o quadro de servidores estaduais.

5 - Muito se falou que a arrecadação diminuiu, será isso verídico? Vejamos:



Esses dados se referem aos repasses mensais da conta Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Já as verbas que a cidade recebe via projetos e emendas, essas não ocorreram, pois as mesmas dependem substancialmente  da dedicação exclusiva de servidor apto para tal e da competência da administração. Como todos lembram, o "cavalo" (como muitos assim o chamavam), na época em que era secretário trouxe inúmeros recursos para o município, além de diversos equipamentos para a pasta da saúde, que são utilizados até hoje. Em seu atual trabalho, já angariou recursos no valor total de mais de 5 milhões de reais. Será que a pessoa (in)competente a essa área no município de Mata já conseguiu 5 reais?

6 - Até o ano passado (2012), os enfeites natalinos utilizados pela antiga administração para decorar o município (basicamente feito de material reciclável) era alvo de crítica da oposição e motivo de chacota entre os mesmos. Porém a atual administração (que prometeu belíssimas decorações natalinas, bem como uma diversa programação), utilizou os mesmos enfeites para embelezar (?) a cidade. Ora, anteriormente não servia, agora serve?
É de destacar a falta de habilidade e criatividade de quem montou a atual "decoração", enfeites e luzes praticamente "atirados" nas árvores. Lamentável!

 7 - O fato mais curioso decorrido no ano de 2013 foi, principalmente, o grande número de pessoas descontentes e arrependidas do voto do último pleito. Com certeza se tratam de pessoas que facilmente se iludiram durante a campanha eleitoral ouvindo as promessas mirabolantes que eram lidas (escritas principalmente pela "Mãe Natureza"). Ainda, algumas pessoas acreditam que o senhor ABRAÃO LINCON virá ao município trazer recursos para o desenvolvimento do mesmo.

8 - Os carros do município viraram verdadeiros táxis! Condução de pessoas do partido do "poderoso chefão" até outras cidades por motivos particulares. "Pode isso Arnaldo?"

9 - Será que a câmera antigamente atenta a tudo e a todos queimou? Ou será que foi desligada por tempo determinado, leia-se: Enquanto a "teta" ainda "amamentar" permanecerá "aposentada".

10 - À famosa "Mãe Natureza", que durante o pleito gritava e berrava com palavras de ordem e promessas de desenvolvimento, indaga-se: Onde você está? O município regredindo em todos os setores e você calada? Ou da mesma forma que a "câmera" do item anterior, permanecerá calada enquanto seus familiares estiverem "mamando"?

11 - A administração não faz mais que sua OBRIGAÇÃO em assumir e/ou auxiliar o hospital, pois como regra nossa Carta Magna (CF/88): "A saúde é direito do povo e DEVER do estado (União, estado e município)".

12 - Alguém possui notícia dos deputados que durante a campanha "berravam" e esbravejavam, em gravações, nas ruas de nosso município?


           Assim, povo matense, as verdadeiras intenções e o mentiroso "MAIS E MELHOR" ficam evidentes. E como certo indivíduo postou em rede social: "Vamos ter que AGUENTAR". 

domingo, 3 de novembro de 2013

O POVO NÃO É BURRO!

- Passados 10 (DEZ) meses de "nova" administração, a realidade demonstra que o município somente decai.

♦ Funcionários insatisfeitos pelas constantes reduções em seus vencimentos;

♦ Ruas sujas e mal cuidadas, cidade turística, ONDE?

♦ Complexo Poliesportivo totalmente abandonado, mal cuidado. Campo para práticas esportivas sem condições, gramado nunca esteve tão deteriorado;

♦ Ginásio de esportes abandonado, iluminação precária, grades de proteção caindo e pintura da quadra inexistente;

♦ "Mãe natureza" cria espaço em redes sociais para divulgar informações sobre coisa alguma, e com a finalidade de chegar a ponto nenhum, nenhuma realização, onde, na sua "longa" e "vasta" "experiência" pode ser realizado, mas nunca se viu nada sair da demagogia.

♦ "Líder supremo" não sabe onde anda, muito menos para onde vai!

♦ Cargos de Confiança (CC's) são empilhados pelo executivo;

♦ Administração reclama que a folha de pagamento está alta, decreta fim de horas extras, plantões e sobreavisos, exceto quando o poderoso "líder" autorizar, deixando uma incógnita a respeito do atendimento das ambulâncias, mas por outro lado, dias depois engrossa a lista de Cargos de Confiança (CC's, TETA) com nova secretaria sendo ocupada.

EXPERIÊNCIA E RESPONSABILIDADE?

♦ Na realização da tradicional festa de Kerb's do município, onde a cerimônia simbólica da "entrega de chaves" da cidade é feita pelo prefeito em favor da corte, viu-se uma prova clara do desdém do "alto" escalão da administração com o povo: NINGUÉM APARECEU PARA A ENTREGA DE CHAVES!

Obs: Fica o agradecimento pela hombridade e gentileza do prefeito de SÃO FRANCISCO DE ASSIS, que fez as honras da casa e entregou a chave.

#VERGONHA


Para encerrar, gostaríamos de explicações para a seguinte informação constante no site do TCE/RS:





sábado, 19 de outubro de 2013

ONDE ESTÁ O “MAIS E MELHOR”?

Passados praticamente 10 meses de nova gestão em nosso município, nos deparamos com o seguinte questionamento: "avançamos"?.
            Como a população percebe, o tão exclamado e reverenciado slogan de campanha "Experiência e responsabilidade para fazer mais e melhor" vai ficando pelo caminho da inexperiência e da falta de habilidade da gestão pública.
            Já presumindo a falácia, em decorrência dos últimos parágrafos, daqueles que defendem tudo que está acontecendo, apresentamos os fatos:

- Nossa cidade sempre se caracterizou e se popularizou pelas belezas naturais que aqui dispomos, tanto que somos conhecidos por ser uma cidade com potencial turístico significativo. A atual administração não só criticava o antigo modelo voltado ao turismo como também prometia ser o carro chefe do "mais e melhor", e até o presente é público e notório que não possuímos ao menos um SECRETÁRIO DE TURISMO. Nada foi realizado e nenhum projeto (se é que existe algum) rendeu frutos. O TURISMO em nossa cidade deixou de existir!

- Em um mundo globalizado, que resultados são a cada instante mais importantes para o crescimento de qualquer organização, o colaborador (servidor público) se torna peça VITAL no desenvolvimento. Mas aqui, tudo acontece pelo avesso, servidores tem seus salários diminuídos, projetos de lei são elaborados para não mais premiar a excelência no atendimento de saúde que sempre foi valorizado.

- Certa pessoa contratada (CC) para recepcionar o público, bem como auxiliar nas atividades rotineiras do “líder” (e até, quem diria, para cuidar de sua vida íntima e pessoal), quando deveria bem atender os cidadãos, fica aos gritos pelo ambiente de trabalho, poluindo a audição daqueles que estão ali para desempenhar de forma eficiente suas atribuições. Comece a trabalhar, pare de falar pelas costas, honre seu salário, pois 4 anos voam!

- O "líder", que deveria coordenar e alavancar a gestão de pessoas chega mudo e sai calado, se preocupando apenas com a retaliação e represália contra seus "inimigos" imaginários.         

- Cargos e mais cargos são empilhados, a ponto de ocupantes de "tetas" laborarem segurando paredes, pois somente os vemos "escorados" no concreto.

- No momento em que apoiadores e funcionários, que buscam melhorias à precária vida de nosso hospital, saem às ruas em manifestação pacífica, exercendo de forma ímpar seu papel como cidadão em um estado democrático de direito, alguém, que antes se dizia afugentado por algum "coronel", berra e esbraveja contra os manifestantes, se fazendo passar aos olhos de todos como um legítimo opressor.

- Qual a finalidade do carro 0 km, adquirido no início do ano? Continua a fiscalizar o mesmo estabelecimento especializado em servir bebidas? Vergonha!

           
           
Se preparem, estamos voltando a todo vapor! 

domingo, 21 de julho de 2013

O QUE FOI FEITO?

Amigos blogueiros, passados mais de 180 dias de nova administração, retomamos a rotina de publicações junto a este veículo de informação, com o intuito de elencar e refletir sobre o que foi feito e o que não está sendo realizado.

Muitas informações que no município circula, seja por lentes imparciais, vulgo imprensa “paraguaia”, ou por matérias desencontradas e mal escritas, não retrata a real situação em que nos encontramos, vejamos nossa realidade:

- Duas secretarias foram “abandonadas” por seus respectivos secretários, e pelo que se sabe, os abandonos foram causados devido a desentendimentos e/ou desavenças com o chefe superior, experiência e responsabilidade?

- Corre a informação que verbas foram perdidas, destacando especialmente uma delas, de cerca de R$ 200.000,00 leia-se DUZENTOS MIL REAIS, de projeto da antiga administração. Se procedente a informação, além de não captar mais verbas, estamos “perdendo” o que já tínhamos obtido? Experiência e responsabilidade?

- Mais alguns cargos de confiança “CCs” “tetas”, foram apadrinhados no quadro da atual administração. Não era promessa de campanha que contratariam somente a metade de “CCs” em relação a antiga administração? Experiência e responsabilidade?

- Quem perdeu sua “teta” ganhará algum cargo? Observamos que não há disposição dos mandantes para conceder-lhe novo cargo. Os mesmos que esperam, dizem possuir informações privilegiadas, mas, possuem coragem para revelações, se é que possuem algo a revelar? Experiência e responsabilidade?

- No Facebook, familiar de candidato eleito a cargo legislativo da situação, esbraveja contra a atual administração, chega a dizer que não colocará mais seu voto no lixo. O que houve? Durante o pleito não era a solução?

- Quantas admissões e demissões já foram efetuadas com o mesmo secretário? Experiência e responsabilidade?

- As filas no posto de saúde continuam enormes e quando os pacientes chegam para consultar, as fichas já acabaram. Isso contraria totalmente as promessas de campanha referentes à saúde. Obs: O chefe da pasta já ficou pelo caminho. Experiência e responsabilidade?

- Existe TURISMO em nosso município? Para a atual administração parece que não! Durante a campanha muito se prometia, e agora? Experiência e responsabilidade?
- Total descaso com o ginásio de esportes, lâmpadas queimadas em sua maioria, quadra sem pintura, total abandono. Experiência e responsabilidade?

- Destaque da publicação para o carro Zero Km (GOL) que foi adquirido, qual a utilidade do mesmo? Fiscalização de estabelecimentos especializados em servir bebidas? Quem pagou a conta? O montante de funcionários que tiveram sua remuneração diminuída?

Até a próxima...



quinta-feira, 16 de maio de 2013

QUEM PAGA A CONTA?


Durante o mês foi noticiado em jornal regional, que a Prefeitura Municipal de Mata foi notificada a reembolsar recursos referentes a obra realizada na localidade de Vila Clara, durante administração de 1997 à 2000. De acordo com o jornal a obra pussuia várias irregularidades na sua execução e segundo inspeções do órgão que a fiscalizou, seu funcionamento não se concretizou.

            Tais erros devem ser apurados e aos responsáveis pela gestão da época deve ser dada a oportunidade do contraditório, ou seja, deve-se oportunizar o direito de defesa em relação aos fatos que lhes são imputados.

            Logo, apurados os fatos, e conhecidos os (i) responsáveis que participaram do projeto:  podendo concorrer entre empresa que executou a obra e gestores públicos da época, devem ser responsabilizados a restituir o erário.

            Notamos que tal procedimento de responsabilização não deverá ser problema, haja vista que a atual administração é composta basicamente pelos mesmos gestores da administração da época da obra, inclusive o vice-prefeito atual, também ocupava o mesmo cargo na administração 1997 à 2000.

            Questionamento:

            Qual a empresa responsável pela execução da obra?

            Que os fatos sejam esclarecidos e transparecidos à população, e que os responsáveis sejam responsabilizados. Será?

Obs:. Após escrever uma matéria, seja para blog ou jornal, leia pelo menos uma vez o que escreveu, pois na noticia em questão, que se encontrava impressa no jornal, as informações estavam desconexas e mal escritas.

- Às pessoas que deixam comentários nas publicações do blog:

♦ Comente sobre o assunto em questão, não grite, berre e esperneie sobre outro assunto senão aquele que se refere a publicação;

♦ Não viva de passado, não seja burro, agora você que administra, faça acontecer tudo aquilo que reclamava antes, se possuir capacidade para tanto;

♦ Seguindo essas orientações seu comentário será publicado.

 

NOTA: Pedimos desculpas aos leitores do blog pelas lacunas sem publicações que deixamos nas últimas semanas, acontece que compromissos profissionais, viagens de longas distâncias e trabalhos, nos impossibilitou de realizar novas publicações.